10 formas de ajudar funcionários ansiosos no dia a dia

Antes mesmo da pandemia do coronavírus, a ansiedade já era considerada o mal do século. Não é à toa que, segundo a OMS, mais de 19 milhões de brasileiros sofrem com essa doença. Com a chegada da COVID-19, esse índice piorou ainda mais e diversas empresas estão precisando lidar com o aumento do número de funcionários ansiosos.
A mudança para o trabalho remoto, as incertezas e medos trazidos pela pandemia desde o final do ano passado desestruturou a vida de muitas pessoas. Isso tem emitido um alerta para as empresas: é necessário agir para controlar a ansiedade de seus funcionários. 
Para te ajudar, separamos uma lista com formas de contribuir com a redução do estresse de seus colaboradores. Confira a seguir:
Aproveitando o tema delicado, sugerimos a leitura deste outro artigo aqui que mostra a importância de proporcionar bem-estar no ambiente de trabalho, que é fundamental para doenças como a ansiedade.
Agora, para ver como colocar a lista de ideias para ajudar funcionários ansiosos no trabalho, continue acompanhando este post. Mas, antes de mais nada, lembre-se, a ansiedade é uma doença e é fundamental buscar ajuda médica. Boa leitura!
A ansiedade é uma reação do corpo humano que acontece em momentos de tensão ou estresse. Ela desencadeia sintomas cognitivos e físicos, como medo, respiração acelerada, taquicardia e suor.
Ela pode ser ainda um sintoma ou um desencadeador para transtornos mentais como o Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG), estresse pós-traumático, depressão, síndrome do pânico, entre outros.
O diferencial entre a ansiedade ser um transtorno maior ou de ser associado a outra doença é a intensidade de manifestação e frequência. No entanto, é indispensável que o diagnóstico seja realizado por um médico.
A empresa pode perceber em seus funcionários ansiosos sintomas bem característicos. No entanto, a doença pode apresentar-se em diferentes sintomas e por isso pode ser dividida em 4 grupos:
Essa doença, quando não tratada, pode trazer graves prejuízos para a vida de funcionários ansiosos, tanto nos aspectos profissionais quanto pessoais. Manter-se em um emprego pode se tornar um grande desafio devido aos sintomas causados.
Cumprir prazos, entregas e cobranças de superiores passam a ser tarefas difíceis. A falta de foco e as preocupações exageradas também prejudicam muito o desempenho profissional.
Além disso, há prejuízos sociais que podem atrapalhar a vida de funcionários ansiosos. A preocupação e medo de interação, pode acarretar em isolamento, prejudicando ainda mais a saúde mental da pessoa.
De modo geral, a doença pode evitar todos os âmbitos da vida de uma pessoa, impulsionando-a para o isolamento.
De acordo com pesquisa realizada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), entre maio e julho deste ano, 80% da população brasileira tornou-se mais ansiosa na pandemia do coronavírus.
Nesse período, as pessoas desenvolveram ou aumentaram os sintomas da doença. E ainda, segundo a pesquisa, os grupos mais afetados são: as mulheres, os mais jovens e aqueles com menor renda e escolaridade. 
Esses índices estão sendo intensificados devido ao sofrimento e tantas perdas que as pessoas estão precisando enfrentar. A covid-19 tem sido considerada um inimigo mortal invisível que mexe com o pensamento das pessoas e pode “atacar em qualquer momento.”
Além disso, há diversas consequências que estão sendo deixadas pelo coronavírus que podem agravar a ansiedade. As principais são: os lockdowns obrigatórios, afastamento de amigos e entes queridos, perda de emprego, renda e estabilidade econômica.
Diante de tantas adversidades, as empresas precisam considerar os impactos da ansiedade na vida de sua equipe. Não é possível fechar os olhos e esperar os mesmos resultados de funcionários ansiosos. 
Além disso, ignorar os sintomas pode levar ao esgotamento físico e mental dos colaboradores, os quais podem precisar se afastar temporariamente de suas ocupações. 
Pensando nisso, as empresas podem proporcionar um ambiente melhor para seu time, tomando algumas medidas no dia a dia. Confira a seguir uma lista com algumas maneiras que podem ajudar a reduzir a ansiedade dos funcionários:
Nesse momento, muitos colaboradores estão trabalhando de home office. No entanto, nem todos os profissionais estão qualificados para esse modelo de trabalho, sem contar os medos trazidos pela pandemia. 
As empresas precisam considerar todos esses pontos no momento de exigir metas e prazos a serem cumpridos. Além disso, muitos colaboradores ainda, por medo de perder o emprego, podem continuar dizendo “sim” para qualquer novo desafio. 
Portanto, rever as expectativas para o momento é fundamental. Exija apenas o que faz parte das funções de cada colaborador e encontre formas de tornar os prazos mais flexíveis.
Especialmente em momentos difíceis como o atual, é necessário demonstrar que os funcionários são importantes para a empresa. 
O sentimento de pertencimento poderá motivar os funcionários ansiosos e proporcionar um melhor bem-estar no trabalho. Desse modo, o time conseguirá perceber que seu trabalho não é em vão e está sendo fundamental para a continuidade dos negócios da empresa.
Muitas pessoas estão trabalhando de forma remota, o que pode aumentar a sensação de isolamento dos funcionários ansiosos. Logo, a comunicação é crucial para esse momento.
Portanto, estimule a comunicação entre lideranças e liderados, assim como entre os membros da equipe. Estar sempre em contato, comunicar regularmente sobre tarefas, expectativas e desempenho geral pode contribuir para redução das incertezas e medos dos funcionários.
A qualidade e bem-estar do ambiente de trabalho pode melhorar o clima organizacional e estimular os funcionários ansiosos. Eles passam a ter uma jornada de trabalho mais prazerosa.
No home office, é fundamental que a organização ofereça todos os recursos necessários para que o trabalhador  consiga desempenhar todas as suas tarefas. Uma opção é disponibilizar notebooks, cadeiras e outros acessórios utilizados no escritório para que os funcionários levem temporariamente para casa.
Disponibilizar benefícios focados no trabalho remoto também pode ajudar funcionários ansiosos. Oferecer benefícios como vale-internet pode ser uma opção.
Além disso, vale reavaliar benefícios como vale-estacionamento e convênio com academias e clubes, por exemplo, que podem ser redirecionados. A empresa pode fornecer serviços online focados no bem-estar e saúde mental.
Complementando o item anterior, os serviços de saúde mental devem ser priorizados nesse momento, indo além de apenas benefícios oferecidos pela empresa. 
A empresa deve mostrar que se preocupa com o bem-estar de seu time e oferecer recursos para ajudar a gerenciar os momentos de ansiedade de seus funcionários.
A terapia online é uma excelente aliada de funcionários ansiosos e pode contribuir para resolver questões mais sérias relacionadas à doença. Assim a empresa demonstra uma preocupação genuína e fornece o auxílio necessário.
Há inúmeros estudos que comprovam a importância dos exercícios físicos para a saúde mental. O problema é que, com a pandemia, as pessoas se tornaram ainda mais sedentárias, prejudicando ainda mais a ansiedade.  
Portanto, as empresas devem estimular a prática de atividades físicas e até podem oferecer benefícios relacionados a isso. Durante o momento de isolamento social, contratar profissionais especializados que disponibilizem aulas online pode ajudar.
Considerando que o contexto não é fácil, o ideal é que as empresas sejam um pouco mais flexíveis em relação aos horários. Isso não quer dizer que regras não devam existir, mas que precisam considerar os imprevistos e dificuldades que as pessoas enfrentam ao trabalharem em casa.
No home office, muitas pessoas precisam lidar com filhos em casa e outras situações que podem interromper o horário de trabalho. Isso pode deixar os funcionários ainda mais ansiosos. 
Por isso, propor uma flexibilidade maior para os horários pode permitir que funcionários desenvolvam suas tarefas nos períodos mais adequados para sua realidade atual.
Como já citamos anteriormente, funcionários ansiosos tendem a se isolar. Desse modo, a empresa deve incentivar a realização de atividades em conjunto com outros colegas de trabalho.
Há inúmeras ferramentas colaborativas disponíveis para que os colaboradores possam interagir e trabalhar de forma compartilhada. Como resultado, o clima organizacional se torna mais saudável, além de trazer experiências prazerosas para o time.
Para que o ambiente não se torne pesado demais e cada colaborador acabe trabalhando isoladamente, é importante proporcionar momentos de descontração.
Programe happy hours online, assim, toda a equipe terá momentos semanais para interagir com o time que não vê pessoalmente há algum tempo. Dessa forma, as pessoas vivem um dia a dia mais leve e se sentem queridas e valorizadas pela organização.
Pequenos gestos como os listados acima podem fazer grande diferença na rotina de funcionários ansiosos. Ignorar o momento atual e exigir demais da equipe pode  trazer consequências graves para os negócios. Portanto, não deixe de dar atenção ao bem-estar de seus funcionários nesse momento tão difícil. Mostrar que a empresa preza pela saúde mental e física dos colaboradores é uma excelente forma de reter talentos.
Você percebeu que os funcionários da sua empresa estão mais ansiosos? Não deixe de compartilhar esse conteúdo nas redes sociais para que cada vez mais empresas vejam a importância desse tema! 
O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Proin diam justo, scelerisque non felis porta, placerat si. Vestibulum ac elementum massa. In rutrum quis risus quis sollicitudin.

source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *